Ouvimos falar cada vez mais sobre a educação bilíngue nas escolas e a sua importância na formação multicultural dos estudantes. Devido a essa relevância, as instituições de ensino também estão buscando se adequar a essa nova experiência de aprendizado. E é justamente nesse contexto que a Pearson Global School surge como uma proposta lúdica e envolvente de programa bilíngue, capaz de promover o uso da língua inglesa de forma natural.

No entanto, para que o programa bilíngue da Pearson Global School seja implantado de forma correta e eficiente, é necessário que a escola se prepare para essa mudança. Neste texto, você descobrirá como fazer isso. Confira!

Entenda a abordagem 

O conceito de educação bilíngue não está ligado apenas ao ensino de outro idioma para os alunos. Na proposta da Pearson Global School, a língua se conecta com os estudantes de forma real, por meio de diversas atividades extraclasse, pela interdisciplinaridade, pelo desenvolvimento cognitivo e pelo aprendizado coletivo. 

Essa junção de fatores é característica da abordagem de ensino chamada CLIL, sigla em inglês para Content and Language Integrated Learning, ou Aprendizagem Integrada de Conteúdos e Línguas, em português. É essa proposta pedagógica que a Pearson Global School acredita ser a mais adequada para ser usada nas escolas. Nela, o inglês é ensinado de forma interativa, de forma integrada à conteúdos de outras áreas do conhecimento. Com isso, cria uma relação mais próxima entre o aluno e a segunda língua.

Capacite a equipe pedagógica

Para implementar o programa bilíngue na escola, a equipe pedagógica (formada por gestores, diretores, coordenadores e professores), precisa estar capacitada para trabalhar com esse tipo de proposta. Primeiro, é fundamental que todos compreendam os pilares do programa. Além disso, os professores precisam ser fluentes, para tornar a experiência imersiva e natural para os alunos. 

E pensando na qualificação profissional do corpo docente, a Pearson Global School conta com um projeto exclusivo, chamado Teacher Development Interactive (TDI). Por meio dele, os professores passam por um curso online interativo, onde se preparam e se certificam para o ensino da língua inglesa no ambiente da educação bilíngue. Assim, o programa oferece também aos professores a excelência em língua estrangeira.

Além do TDI, a equipe pedagógica ainda pode acessar a Global School Academy, onde encontram diversos materiais, como palestras, cursos, artigos, vídeos e tutoriais, que facilitam a execução de seus trabalhos no ambiente escolar bilíngue.

Adapte a escola

O espaço físico da escola também precisa ser ajustado para receber o ensino bilíngue. Isso porque, para alcançar melhores resultados com os alunos, é importante que a instituição tenha recursos tecnológicos e saiba aproveitar os espaços para inserir a língua inglesa no cotidiano dos estudantes.

Sendo assim, as salas de aula devem dispor de acesso à internet e de aparelhos que permitam usar a tecnologia durante as aulas. Além disso, a escola pode receber decorações, como cartazes e frases em inglês, que despertem a atenção dos alunos. Dessa forma, o idioma é desenvolvido mesmo fora do horário de aula. 

Amplie a grade curricular

A proposta pedagógica da Pearson Global School é também norteada pelos Pilares da Educação segundo a Unesco: aprender a conhecer, a fazer, a conviver e a ser. Por isso, para proporcionar uma experiência ainda mais completa aos alunos e trazer mais conhecimento para eles, o programa recomenda que as escolas incentivem as aulas extracurriculares, como culinária, teatro, música, robótica e programação. Assim, é possível colocar os estudantes em contato com as ideias de descoberta, de exploração, de autonomia, de manipulação e de montagem de objetos.

Conheça as vantagens do material didático

O material do programa bilíngue da Pearson Global School é completo para todos os anos escolares e possui diferenciais que ajudam na formação dos alunos. Na Educação Infantil, os livros ativam o lado lúdico das crianças, já que contam com muitas cores e personagens que interagem com os pequenos. Além disso, a plataforma digital do aluno, oferece diversas atividades e conteúdos extras, que servem de complemento para os assuntos aprendidos na escola.

Já no Ensino Fundamental Anos Iniciais e Anos Finais, os estudantes são estimulados a desenvolver o pensamento crítico e a interagir nas discussões durante as aulas. Além disso, eles são apresentados ao STEM Project, que consiste em uma integração das áreas de ciências, matemática, tecnologia e engenharia aplicadas à cultura maker. Ou seja, à experiência de descobrir, planejar e produzir objetos, especialmente ligados à robótica.

Já no Ensino Médio, além do material didático completo, há uma parceria da Pearson Global School com a International Connections Academy, que oferece aos alunos a possibilidade de certificação de conclusão dupla (diploma brasileiro e norte-americano) nos anos finais da escola. Ainda, o programa dá suporte aos estudantes por meio de uma plataforma digital, com aulas virtuais ajustáveis aos seus dias e horários, incluindo a interatividade com professores e demais colegas.

Implementar o programa bilíngue da Pearson Global School requer algumas análises importantes e adaptações fundamentais. Por isso, é tão preciso contar com uma empresa que tenha conhecimento na área e saiba como fazer essa mudança de maneira eficiente e proveitosa para os estudantes. E lembre-se: no site da Pearson Global School, você encontra outras informações e pode entrar em contato conosco!

Não deixe de visitar nosso blog e acompanhar outros conteúdos sobre o programa bilíngue!

7 dicas que vão ajudar no melhor aproveitamento do aprendizado de inglês

6 vantagens da educação bilíngue para os alunos