A educação bilíngue garante a fluência em um segundo idioma de maneira natural e real. Os estudantes têm acesso a um método diferenciado, que facilita a construção do conhecimento. A partir desse cenário, aproveitam diversas vantagens.

Com a escolha correta quanto à escola e ao programa pedagógico, é possível consolidar o aprendizado de um jeito diferenciado. No final, a alternativa gera impactos positivos até na vida adulta.

Na sequência, veja quais são as 7 principais vantagens da educação bilíngue.

1. Garantia de alta proficiência no idioma

Ser proficiente em um idioma é uma tarefa que exige um entendimento completo da língua. Mais que apenas reconhecer a gramática ou as estruturas das frases, é preciso compreender a lógica por trás das construções e da comunicação. É exatamente o que acontece com a língua materna e que permite aos indivíduos que a entendam de modo completo.

Com a educação bilíngue, o aluno é envolvido em circunstâncias diversas e aprende a usar o idioma em seu cotidiano. A língua, então, vira instrumento para o aprendizado de diversas disciplinas. Ao longo do tempo, esse aspecto é determinante para garantir a fluência natural e real.

2. Formação do indivíduo

O papel da educação bilíngue não consiste apenas em proporcionar que os estudantes saibam ler, escrever e falar em outro idioma. A metodologia e as abordagens dessa educação formam cidadãos com mentes criativas, capazes de construir um mundo melhor.

A adoção das chamadas Big Questions e de atividades referentes ao cotidiano e às interações sociais permite que os estudantes sejam inseridos em contextos que desenvolvem habilidades do século XXI, como criatividade, colaboração, comunicação e flexibilidade. Ao falar um segundo idioma, é possível conhecer diversas culturas, se comunicar com pessoas diferentes e ser um verdadeiro cidadão global.

3. Maior engajamento no aprendizado

Aprender não precisa ser chato, especialmente quando o tema é um novo idioma. A educação bilíngue é capaz de oferecer um excelente retorno por adotar metodologias que colocam o aluno em um caminho de imersão lúdico e envolvente.

Trata-se, portanto, de um processo de ensino-aprendizagem leve, divertido e efetivo. Dessa forma, há muito mais engajamento e interesse por parte de todos.

4. Possibilidade para todas as idades

Nunca é tarde para aprender uma nova língua. Desde que o programa seja bem estruturado e considere as necessidades de cada aluno, tanto crianças quanto jovens podem mergulhar em um segundo idioma. Após um período de adaptação, há total segurança para explorar a comunicação fora do português.

Não há restrições em relação aos mais novos — na verdade, é desejável que as crianças pequenas sejam estimuladas e apresentadas a uma língua estrangeira o mais cedo possível. Com o cérebro em desenvolvimento, o indivíduo consegue aprender dois idiomas de maneira simultânea e estabelecer fluência em ambos.

5. Melhores oportunidades no futuro

Em um cenário cada vez mais global e competitivo, as oportunidades estão disponíveis para quem se capacita e demonstra diferencial. Considerando que o inglês é um idioma universal, aprendê-lo de maneira efetiva abre portas em diversas fases da vida.

Para um jovem que pretende estudar em uma faculdade internacional, por exemplo, a proficiência é obrigatória. O mesmo vale para quem deseja fazer um intercâmbio ou até mudar de país. Ao ser fluente na língua do local de destino, a adaptação se torna mais fácil.

Além de tudo, o mercado de trabalho valoriza a capacidade de falar mais de um idioma. Como é esperado que as oportunidades se tornem disputadas, ter fluência é um diferencial e gera novas possibilidades de realização.

6. Expansão do entendimento do mundo

Os alunos expostos à educação bilíngue têm a chance de entender tudo o que está à sua volta de um jeito muito melhor. Esse fato não se limita à escola ou ao ambiente de trabalho, mas, também, está ligado a todas as áreas da vida.

Viajar, por exemplo, deixa de ser um inconveniente. Com o inglês na ponta da língua, é possível ter ótimas experiências e não precisar lidar com a maioria das dificuldades decorrentes de não saber se comunicar.

Também é mais fácil compreender músicas, filmes, séries e até jogos — especialmente aqueles que não têm tradução disponível. Na hora de conhecer outras pessoas, o impedimento linguístico deixa de existir. Ou seja, desenvolver habilidades em um segundo idioma permite possibilidades extras em todos os âmbitos do cotidiano.

Gostou de conhecer esses benefícios? Compartilhe o post em suas redes sociais e debata com seus contatos sobre o bilinguismo!